Amigos do Meio Ambiente e da Vida

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS-ONU) e a construção do mundo de regeneração.

Originalmente publicado em 17 de junho de 2022

Os Amigos do Meio Ambiente e da Vida se reuniram no dia 14 de junho último, para assistir a apresentação de Carlos Villarraga sobre a importância que o atingimento destes objetivos de desenvolvimento sustentável possuem para a edificação do mundo de regeneração que está batendo às portas do planeta Terra.

Carlos Villarraga é engenheiro químico, licenciado em Química e Biologia. Presidente e líder dos projetos de sustentabilidade da Obra Social Célio Lemos em São José dos Campos. Além disto, é coordenador do GECO (Grupo de Estudos da Codificação) no Centro Espírita Divino Mestre em São José dos Campos – SP. 

O expositor de nossa noite de estudos e partilhas é autor de três obras cuja leitura nos desperta para a ação imediata no bem do próximo e do planeta: 

  1. Planeta Vida. Contribuição da Doutrina Espírita à conservação do meio ambiente físico e espiritual do planeta Terra. 
  2. A Justiça Social.  Visão espírita para a ação social. 
  3. Espiritismo e Desenvolvimento Sustentável. Caminhos para a sustentabilidade.

O quarto livro será publicado neste ano: “O papel dos espíritas na Agenda 2030 de desenvolvimento Sustentável”.

O que são os ODS?

Os 193 Estados membros da ONU, incluindo o Brasil, comprometeram-se a adotar a chamada Agenda Pós-2015, considerada uma das mais ambiciosas da história da diplomacia internacional. A partir dela, as nações trabalharão para cumprir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Os ODS representam um plano de ação global para eliminar a pobreza extrema e a fome, oferecer educação de qualidade ao longo da vida para todos, proteger o planeta e promover sociedades pacíficas e inclusivas até 2030.

Estão baseados nos compromissos para as crianças e os adolescentes nas áreas de pobreza, nutrição, saúde, educação, água e saneamento e igualdade de gênero contidos nos precursores dos ODS, os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.

Os ODS também incluem novos objetivos e metas relacionados à proteção da criança e do adolescente, à educação infantil e à redução das desigualdades [1]

Joanna de Ângelis liga as questões da preservação da Natureza à manutenção da saúde de todas as criaturas que vivem na Terra

“Num prolongamento da afetividade, a consideração pela mãe-Natureza
ressalta como de importância fundamental para o equilíbrio ecológico, por
consequência, de todos quantos contribuem para a sua harmonia.
Ver, portanto, em todos os seres vivos a projeção materna positiva, agradável,
proporciona forças para a preservação ou restauração da saúde, para a
liberação dos sofrimentos e do bem estar, que são condições essenciais para a
felicidade” [2]

Assista a apresentação da noite clicando no link abaixo, e junte-se à quaisquer iniciativas que contribuam para o atingimento das metas propostas pela ONU. É para 2030… estamos bem atrasados. É preciso acelerar!!

Um grande abraço e até breve!

Fontes:

[1] Site: https://www.unicef.org/brazil/objetivos-de-desenvolvimento-sustentavel

[2] FRANCO, D. P.; JOANNA DE ÂNGELIS (Espírito). Plenitude. 19 ed.
Salvador: LEAL, 2015. 160 p. Capítulo 5 “Caminhos para a cessação do
sofrimento”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicações populares

Sobre o AMAV

logotipo AMAV

Buscamos conectar ecologia e espiritismo e promover uma relação consciente com meio ambiente e a vida

Siga-nos

Grupo de estudos do amav

Edit Template

AMAV © 2024 – Todos os direitos reservados